Tutorial – Qual A Diferença Entre Fibra Monomodo E Multímodo?

Tutorial – Qual A Diferença Entre Fibra Monomodo E Multímodo?

Com base em algumas pesquisas e conhecimentos adquiridos, nossa equipe vai apresentar um pequeno resumo sobre “A Diferença Entre Fibra Monomodo E Multímodo” de forma simples e de fácil entendimento.

Primeiramente vamos entender oque é Fibra Otica:

A fibra ótica é uma tecnologia muito utilizada em redes, porém pouca gente entende como ela realmente funciona. Não iremos falar de leis da física, ótica, difração, iremos tentar explicar como a fibra ótica funciona de maneira mais prática e, com isso, te ajudar a compreender a diferença entre Fibra Monomodo e Multímodo.

Vamos fazer um reflexão sobre o assunto; Quem nunca brincou quando era criança de jogar com a luz do sol dentro do quarto, ou ate mesmo refletir a mesma na parede.

De acordo a imagem acima podemos dizer que em dias de sol forte, usando o espelhinho para a jogar a luz do sol no outro espelho. De lá a luz refletia para a parede, fazendo um ping-pong entre os espelhos e a medida que se coloca mais espelhos mais um lance de reflexão aparecia, sendo que a cada lance de reflexão a luz ficava cada vez mais fraca.

A fibra ótica é então um tubo feito de dois materiais (na verdade, de dois “vidros” com densidade diferentes) e a luz então, quando jogada dentro dele, reflete como se fossem vários espelhos.

Então uma fibra ótica é um espelho em forma de tubo onde jogamos luz de um lado e ela vai “quicando” nas paredes desse espelho arredondado até chegar no outro lado.

Podemos perceber que qualquer material transparente pode ser utilizado para criar a fibra ótica, como por exemplo plástico ou resinas. Vale lembrar, quanto mais transparente o material, mais longe o sinal vai chegar. Assim, por exemplo, fibra ótica feita de plástico tem um alcance muito pequeno, não muito mais que 10m.

Fibra monomodo e multimodo

A diferença entre a fibra monomodo e multimodo é a variação de densidade que ocorre entre essas duas camadas de material. Se você cortasse uma fibra e colocasse no microscópio, teria uma imagem como essa abaixo. Nas duas temos um núcleo (menor densidade) e uma borda (maior densidade) do mesmo material. A fibra monomodo muda de densidade rapidamente,  quase que em um degrau alto, já a multimodo passa lentamente de uma densidade para outra.

Ou seja, a fibra monomodo é mais bem feita. Mas qual o impacto disso na distância que se consegue chegar com um fibra? Porque as fibras monomodo tem maior alcance que as fibras multimodo?

A explicação é simples: cada vez que uma fibra ótica faz uma curva, a luz tem que refletir internamente. Se fibra ótica fosse perfeitamente reta, não haveria diferença entre as fibras (mas nesse caso, nem seria necessário usar a fibra), mas nas curvas a luz é refletida. Falando de maneira simplista, na fibra multimodo a luz reflete de maneira mais “suave”, o que é ruim, pois a luz acaba se dispersando. Na fibra monomodo, como existe essa variação brusca, a luz reflete de maneira mais eficiente, com menos perda.

Podemos comparar de acordo com a imagem abaixo:

Devido os sinais de luz passar de forma unica na fibra Monomodo a mesma alcança uma distancia maior diferente das multimodo que a luz dispersa devido as curvas deixando um pouco a desejar a sua utilização.

Devido a isso que os transceivers e conversores de fibra multimodo são mais econômicos: como a fibra é “ruim”, não adianta usar uma fonte de luz boa, então os transceivers de fibra multimodo normalmente usam leds. Já os transceivers e conversores de fibra monomodo usam laser, e quanto maior a distância, maior a potência desses laser.

Se ajudamos, não esquece de comentar e compartilhar o conteúdo com seus amigos também, vai estar ajudando muito o nosso trabalho!

 

 

 

0
Gostou? Curta, Compartilhe e Comente!!! Estará ajudando bastante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *