Tutorial – Introdução ao Linux: O editor de texto Nano

Tutorial – Introdução ao Linux: O editor de texto Nano

Mais uma vez nossa equipe trazendo mais aprendizado para os usuário da plataforma Linux, agora através de pesquisas nossa equipe disponibiliza no nosso site o Tutorial do Editor de Texto “Nano”.

 

Nano é um editor que deve ser executado a partir de um terminal, e se concentra em simplicidade. Nano é um clone do antigo editor de texto Pico, o editor para o cliente de e-mail Pine, que foi muito popular lá pelos anos 90, em UNIX e sistemas do tipo UNIX. O Pine foi substituído pelo Alpine e o Pico pelo Nano, mas algumas coisas não mudaram – assim como a simplicidade de edição com o Nano. Veja uma imagem de terminal rodando o Nano:

nano1

Nano foi criado em 1999 com o nome de “TIP” (uma sigla, um acrônimo recursivo que significa “TIP Isn’t Pine”, ou “TIP não é o Pine”) por Chris Allagretta. Allagretta decidiu criar este clone do Pico porque o programa não foi liberado sob a GPL. O nome foi mudado oficialmente em 10 de janeiro de 2000 para diminuir a confusão entre o novo editor e o comando “tip” (o comando “tip” é comum em Sun Solaris).

Nano usa combinações muito simples de teclas para trabalhar com arquivos. Um arquivo é aberto ou iniciado com o comando:

nano <nomedoarquivo>

Onde <nomedoarquivo> é o nome do arquivo que você deseja abrir. Ou, se você precisa editar um arquivo que somente o usuário root tem acesso, faça

sudo nano <nomedoarquivo>

Quando o arquivo estiver aberto no Nano, você verá uma pequena lista de exemplos de comando na parte inferior da janela do terminal. Veja na figura:

nano2

Todas as combinações de teclas para Nano começam com a tecla CTRL. Para executar um comando você deve manter a tecla CTRL pressionada e clicar na segunda tecla para executar a ação. As combinações mais comuns para Nano são:

  • CTRL-x – Sai do editor. Se você estiver no meio da edição de um arquivo, o processo de saída irá perguntar se você quer salvar seu trabalho.
  • CTRL-R – Ler um arquivo em seu arquivo de trabalho atual. Isso permite que você adicione o texto de outro arquivo enquanto trabalha dentro de um novo arquivo.
  • CTRL-c – Mostra a posição atual do cursor.
  • CTRL-k – ‘recorta’ o texto.
  • CTRL-U – ‘cola’ o texto.
  • CTRL S – Salva o arquivo e continua trabalhando.
  • CTRL-T – verifica a ortografia do seu texto.
  • CTRL-w – faz uma busca no texto.
  • CTRL-a- leva o cursor para o início da linha.
  • CTRL-e – leva o cursor para o fim da linha.
  • CTRL-g – mostra a ajuda do Nano.

 

Existem muitos mais comandos para usar no Nano. Para ver a lista de comandos, use o comando CTRL-g.

Fonte vivaolinux

Gostou? Curta, Compartilhe e Comente!!! Estará ajudando bastante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *